quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Heroi versus heroi: As mais épicas batalhas dos quadrinhos

Sentimos ao dizer que essa lista contém SPOILERS, pois falaremos os resultados das lutas.



O objetivo dessa postagem é apresentar as maiores batalhas entre herois que alguma vez já foi mostrada nos quadrinhos. Esperamos que não haja muitas queixas, pois decidir aquelas que deveriam ser incluídas, assim como as que iriam ficar de fora, foi muito difícil.

Então preparem-se ...


Tocha Humana vs Namor - 1940




Em Marvel Mystery Comics # 8-10, pela primeira vez os fãs puderam vislumbrar que seus personagens podiam habitar um "universo compartilhado". E foi no ano de 1940 que aconteceu o primeiro crossover em um conflito entre Namor e Tocha Humana e esse evento gerou literalmente todas as sagas que conhecemos de todas as editoras, criando a noção de "universo compartilhado".
Nessa história podemos destacar que o Tocha Humana desse crossover não é o do Quarteto Fantástico, afinal em 1940 a Marvel Comics ainda não era o que conhecemos hoje, ou seja, a publicação foi feita por uma divisão da Timely Publications, antecessora do que hoje conhecemos como Marvel Comics. Além disso o Quarteto Fantástico somente foi criado 21 anos depois, então o Tocha apresentado é o de 1939 que foi criado por Carl Burgos e ele é um androide inventado pelo cientista Phineas Horton que tem o poder de controlar o fogo. Já o Namor, é o mesmo de sempre e na história ele foi traído pelos humanos, apesar de ter tentado ajudá-los e ele com cabeça quente, sai literalmente cometendo atos de terrorismo contra a raça humana em Nova Iorque.
A batalha do "fogo contra a água" se desenrolava muito bem, mas os escritores pareciam não ter uma solução pra ela e o número acaba num impasse, com o Tocha dentro de um tubo de borracha gigante que impede de pegar fogo, mas que Namor não pode largar justamente para impedir que o ar entre. A solução então foi jogar o desfecho no colo dos leitores, perguntando o que eles sugeririam para o final que seria revelado no próximo número. No fim das contas a batalha se encerra em apenas uma única página quando a policial Dean aparece e manda os dois fazerem as pazes.


Capitão América vs Homem de Ferro - 2007




Em Guerra Civil, uma Lei de Registro de Super-Heroi que tinha como base principal que os super herois se identificassem para os humanos comuns, divide literalmente a comunidade dos poderosos. O Homem de Ferro era a favor da Lei de Registro, mas o Capitão América era completamente contra. Depois de tentativas fracassadas de negociações houve uma batalha que se estendeu da Zona Negativa para nossa dimensão de existência . A batalha culminou em uma luta pessoal entre o Capitão América e o Homem de Ferro (Guerra Civil # 7). Era nessa parte que eu falava como foi o desfecho dessa luta, mas como tem um filme para ser lançado nesse ano de 2016, vou "quebrar o galho de vocês" e não falarei nadinha.

Batman vs O Justiceiro - 1994




Se vocês continuarem descendo, verão que a famosa luta entre Batman e Superman não aparece listada, mas aceitamos a crítica por ela não ser relatada. Só achamos que essa do Batman com o Justiceiro foi um pouco melhor.
A batalha foi literalmente um contraste de estilo, Batman e Justiceiro não tinham nenhuma razão para gostarem um do outro. O Justiceiro precisava localizar o Jigsaw e o único meio de ele fazer isso era matando pessoas e o Batman não podia permitir isso dentro de sua Gotham, por isso quer o Justiceiro fora da cidade para sempre.
É claro que o Batman acaba vencendo a luta, no entanto, mesmo assim ele obteve um certo respeito por Frank Castle.

Superman vs Homem-Aranha - 1976




No papel, uma luta entre o Homem-Aranha e o Superman pode não parecer muito boa, pois o kriptoniano é muito mais poderoso e tem uma ampla gama de poderes reais a mais que o aracnídeo. No entanto, os escritores vieram com uma boa solução no quadrinho Superman vs The Amazing Spider-Man, em 1976. Lex Luthor disparou uma arma com radiação do sol vermelho no traje do Homem-Aranha e essa radiação nivelou a força de forma que permitiu que ele conseguisse machucar o Superman. Esse clássico cruzamento nos quadrinhos se deu ao fato do Superman culpar o Homem-Aranha pelo sequestro de Lois Lane. O ponto alto da batalha foi quando o Homem-Aranha começou a perder a radiação do Sol vermelho e foi obrigado a solucionar o impasse de forma amigável.

Homem-Aranha vs Wolverine - 1987




Esse foi uma edição especial para comemorar os 25 anos da Marvel reunindo seus dois personagens mais populares.
Embora mais ambientada no universo do aracnídeo – e com grandes implicações para ele – é uma história muito interessante no todo.
Na trama, Peter Parker é escalado como fotógrafo numa reportagem especial do colega Ned Leeds para o Clarim Diário e vai para Berlin Ocidental (sim, ainda eram tempos da Guerra Fria) em busca de pistas de um lendário espião. Na Alemanha, seu caminho se cruza com Wolverine, que também está atrás do mesmo espião. Mas descobrimos que o tal “Charlie” é na verdade uma mulher com quem Logan tivera um relacionamento no passado e que agora busca “se limpar” de seus pecados. A batalha final entre Wolverine e o Homem-Aranha num cemitério é excelente.
O diálogo dos dois mostra por fim a diferença entre o herói clássico (Homem-Aranha) e o anti-herói tão em voga a partir de então (Wolverine), quando este diz que o aracnídeo poderia pará-lo se quebrasse seu pescoço, mas não tem coragem para isso, enquanto ele tem de enfiar uma garra no pescoço do herói.


Superboy vs Superboy - 2006




Pode parecer meio ridículo o que rolou na revista Crise Infinita # 6 , onde o Superboy moderno que atende pelo nome de Conner Kent que é um clone cujo DNA é hibrido entre Lex Luthor e o Superman e o outro Superboy que é conhecido como Prime que é Kar-El de um universo alternativo que foi teleportado para a Terra por um desesperado Jor-El se cruzam. Algo do tipo, como é possível existir dois Superboys? O choque entre as duas versões faz com que Prime perca os poderes temporariamente e com isso é mandado de volta para a Terra Prime. 

Hulk vs Coisa - 1964 




A primeira luta real entre o Hulk e o Coisa aconteceu em  Fantastic Four # 25-26 dando inicio a rivalidade de ambos. A história foi escrita por Stan Lee e desenhada por Jack Kirby. Este arco da história é também a primeira reunião entre o Quarteto Fantástico e os Vingadores. 
Por um motivo qualquer, o Hulk quer destruir a mansão dos vingadores e o Quarteto Fantástico intervem. Reed Richards está doente e incapaz de ajudar, então Johnny e Sue Storm são despachados rapidamente, cabendo ao Coisa resolver a parada com o gigante verde. 
O Coisa sabe que não é páreo ao Hulk, mas sabe também que os Vingadores já estão à caminho da mansão. Ao Coisa fica o objetivo de segurar o máximo possível a luta até que a ajuda chegue. 
Quando o Hulk chega a mansão, os Vingadores já estão lá lhe esperando e unem força ao Quarteto para finalmente dar um desfecho para a luta. 
O Hulk claramente deu uma surra no Coisa, porém não conseguiu destruir a mansão, ou seja, o objetivo do Coisa foi cumprido embora tenha ficado fisicamente abatido. 

Superman vs Capitão Marvel - 1996 



O Capitão Marvel foi manipulado por Lex Luthor durante anos e a batalha final se dá quando acontece uma fuga de presos em uma prisão para super-humanos. A situação até que é contida porém as Nações Unidas teimam em querer lançar bombas nucleares nos super-humanos. Isso leva à batalha final entre o Capitão Marvel e o Superman. No começo o Capitão leva uma vantagem ao lançar relâmpagos misticos, pois Superman tem uma fraqueza com magia, porém no clímax da batalha o homem de Kripton pega a boca do Capitão Marvel para que ele não possa mais dizer a palavra Shazam. No entanto, em uma reviravolta, o Capitão Marvel acaba que dando a sua vida para deter uma das bombas nucleares. 

Thor vs Surfista Prateado - 1969 



Por décadas esse confronto foi considerado o melhor entre os super herois. A trama é centrada em Loki que convence o Surfista Prateado que Thor é um deus do mal. Este truque faz com que o prateado resolva atacar Thor em Asgard. Sem ninguém saber, Loki ainda reforça o poder do surfista e ele fica com poderes cósmicos misturados com o de Loki. Nós sabemos que o Surfista Prateado não é nenhum fracote, então imagina o estrago que aconteceu. Este mal entendido levou várias páginas de muita porrada. A virada veio com a constatação de que Loki estava por trás de tudo, ambos os herois viram a bondade entre eles e as coisas foram resolvidas.  




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça