terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Guardando sementes para as gerações futuras



O governo norueguês em 2008 abriu um projeto visando a construção de um equipamento para armazenar sementes. 

Em uma das regiões mais remotas do planeta, 1.300 km sentido Polo Norte, um mega projeto parece revelar um pouco do que nos aguarda no futuro.

É uma espécie de cofre onde são envidas sementes de todos os cantos do planeta e tem como objetivo salvar a biodiversidade das espécies.

As sementes são doadas pelos países produtores e estima-se que 90% das sementes conhecidas em toda a Terra serão preservadas no local.

A estrutura é toda subterrânea e foi instalada em local estratégico, onde os especialistas calculam que as alterações climáticas nunca chegarão por lá.

O silo tem capacidade para abrigar três milhões de sementes a temperatura de -18 °C, e se o sistema elétrico de refrigeração falhar, o montante de gelo e neve que naturalmente recobre o silo manterá as sementes entre -4 e -6 °C.

Em agosto, 750 sementes de batatas foram depositadas no local, conforme noticiou o site da ONU.

Para saber mais do projeto você pode acessar o link 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça