terça-feira, 5 de janeiro de 2016

70 anos do Fusca

Há 70 anos, saía das linhas de produção de Wolfsburg, na Alemanha, o primeiro Volkswagen Fusca. 

Modelo de 1965

O carro, que tem sua origem proveniente do governo nazista de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, tornou-se um símbolo da mobilidade moderna, com mais de 21 milhões de unidades vendidas ao longo de décadas de produção da sua versão clássica.

Os primeiros protótipos do Fusca datam de 1936. O Volkswagen "Type 1" foi desenhado sob encomenda de Adolf Hitler, que desejava um carro pequeno, barato e popular para a Alemanha.

No Brasil, a história do Fusca começa em 1951, quando as primeiras unidades do popular desembarcaram por aqui. A produção nacional se deu em 1959 e continuou até 1986. Neste período, quatro motores passaram sob seu capô (1.200 cm³, 1.300 cm³, 1.500 cm³ e 1.600 cm³) e 3,3 milhões de unidades foram vendidas no país.

Em 1993, contudo, o então presidente Itamar Franco exigiu a retomada de produção do Fusca. Com uma concorrência muito mais moderna e diversificada (especialmente após a abertura do mercado de importações no Brasil no começo dos anos 1990), a sobrevida do ícone completou apenas três anos, sendo encerrada permanentemente em 1996. 

Em 1997, a Volkswagen tentou reviver a marca (com o nome original Beettle) com base no visual do clássico Fusca, só que feito sobre a plataforma do Golf da época. O resultado ficou longe de conquistar a popularidade -- e o coração -- dos apaixonados pelo Fusca. 

New Beetle, modelo de 1997


Fonte



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça