sexta-feira, 9 de outubro de 2015

A origem das mais populares raças de cães - Parte II

Se você adorou a primeira parte da postagem e não via a hora de poder ler a segunda, a espera acabou.

Nessa segunda parte encontraremos informações sobre o Pastor Alemão, o Husky Siberiano, o Pitbull e muitos outros. Divirtam-se. 

Pastor Alemão



Em 1899, um oficial aposentado da cavalaria alemã, Max von Stephanitz, registrou o primeiro pastor alemão da Terra. Hoje, é a raça mais usada pelas polícias, já que é tão forte quanto fácil de adestrar - treinadores dizem que você pode ensinar tudo para um pastor, com a vantagem de que ele se arrisca mais do que seus colegas bípedes.

Poodle



Por baixo do porte aristocrático e da tosa extravagante, existe um cérebro muito desenvolvido. A raça é considerada uma das mais inteligentes no mundo canino. Muito antes de virar cão de companhia, o poodle era usado em caçadas aquáticas, na Idade Média, buscava os pássaros que caíam em lagoas e rios após serem abatidos pelos caçadores.

Pug



Ninguém desconfiaria que esse cãozinho inofensivo já foi a pedra no sapato de Napoleão Bonaparte. A esposa do imperador, Josefina, tinha um pug ciumento, que não gostava nem um pouco do general. Dizem que o mascote impediu Bonaparte de entrar no quarto várias vezes. A raça surgiu na China e foi levada à Holanda na época das Grande Navegações. Ter um pug em casa é garantia de companhia e roncos constantes, causados pelo focinho achatado que dificulta a sua respiração.

Rottweiler



Este cão tem dupla personalidade. Ele pode ser agressivo e instável ou obediente e afetuoso. É preciso ensiná-lo a obedecer as regras da casa, a ser afável com pessoas conhecidas ou ficar alerta perto de estranhos. Adestrá-lo é obrigatório. Todo cuidado é pouco: o rottweiler tem a pior mordida do reino canino.

Schnauzer Standard



Alertas e espertos, os schnauzers foram usados como carregadores de mantimentos da Cruz Vermelha durante a 1ª Guerra Mundial. Foram criados originalmente como caçadores de ratos no século 14. São hoje cães de companhia apreciados.

Chihuahua



Seu nome vem da região de Chihuahua no México e é descrito como extremamente delicado, afetuoso e possessivo, além de ser uma das menores raças de cães do mundo. Sua origem não é totalmente conhecida e ainda que se saiba de sua raiz mexicana, foi cogitada a possibilidade de ter ancestrais no Antigo Egito ou na ilha de Cuba

Yorkshire



Os yorkshire saltitam, latem muito, são inquietos e teimosos. É difícil entender como tanta personalidade cabe em um cachorro tão pequeno. Mesmo assim, o yorkshire é o cão de colo mais popular do mundo. Antigamente usados em eventos públicos de caça a ratos na Inglaterra.

Husky Siberiano 



Estes cães são oriundos da Sibéria, na Rússia e foram especialmente desenvolvidos para puxar trenós em condições de frio extremo. Fisicamente é considerado um animal de trabalho rápido, de movimentos fluentes e corpo compacto. Muitos comparam sua aparência com a de um lobo. 

Pitbull 



É uma raça canina de origem norte-americana e referem-se a cães descendentes ou frutos do cruzamento direto entre Old Bulldogs e antigos terriers ingleses. É considerado por muitos o melhor cão de combate, é capaz de vencer oponentes (cães) duas ou até três vezes maiores. Sobressai-se pela coragem, vigor, robustez, agilidade, persistência, resistência física, força e tolerância à dor. A raça necessita de proprietários que os sociabilizem cuidadosamente e que o treinem para obediência. 

Vira-Lata



De certa forma não é uma raça verdadeira, na verdade é mistura de várias delas, mas eles tem suas vantagens. O que eles têm de especial é justamente a miscigenação, já que não passam por processos comuns em canis para “purificar” as raças.



Terminamos por aqui e podem ficar à vontade e deixar nos comentários qual a sua raça de cão preferida. Aproveitem também para enriquecer essa postagem nos lembrando outras raças que ficaram de fora. Quem sabe possamos fazer uma terceira parte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça