segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A viagem para a fronteira final



Não sei se vocês viram, mas na semana passada a NASA fez um pequeno anúncio sobre ter encontrado um planeta que eles classificaram como sendo uma "nova Terra", por ser semelhante ao nosso e poder sustentar, em teoria, a vida humana. 

Podemos considerar como sendo uma das descobertas mais excitantes do espaço em décadas e o melhor de tudo é que a posição dele é somente de 1.400 anos-luz de distância. 

Quando vemos este tipo de notícia na televisão a primeira coisa que nos vem a cabeça é a possibilidade de fazermos uma viagem espacial para finalmente chegarmos à fronteira final.  Mas obviamente, as coisas não são tão simples assim. 

É bem claro que, na noticia em questão, não se especifica exatamente como seria possível para os humanos viajarem para outros planetas. Mas não querendo te decepcionar, levaria nada mais nada menos do que 1.400 anos para alguém chegar nesse planeta, isso se o foguete viajar na velocidade da luz. Compreende? 

As chances de alguém sobreviver numa missão dessa magnitude são bastante reduzidas, logo que ninguém vive tantos anos. 

Somos muito pequenos considerando a escala do universo e conquistá-lo ainda vai requerer muito, mas muito tempo.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça