terça-feira, 2 de junho de 2015

Joseph Blatter anuncia renúncia à presidência da FIFA: Palmas para o FBI

Se já não bastasse, na semana passada, que o mundo futebolístico foi pego de surpresa após o anúncio da prisão de sete dirigentes da FIFA após uma operação da polícia Suíça impulsionada por uma investigação do FBI, exatamente agora a pouco, mais uma vez todos foram surpreendidos, dessa vez com o anúncio de renúncia do Presidente da entidade Joseph Blatter. 

Justo quando havia sido reeleito na última sexta-feira para continuar seu mandato como presidente, ele emite esse comunicado e choca a todos. A imprensa internacional tenta entender o cenário e descobrir o que de fato está acontecendo para o mundo do futebol estar virando de cabeça para baixo. 

Vale destacar que ele não sairá de imediato, mas anunciou que terá uma nova eleição para lhe sucederem. 

''Vou convocar um congresso extraordinário e colocar minha função à disposição. Um novo presidente será eleito para me suceder. Vou continuar a exercer minha função como presidente até um novo ser escolhido. O próximo congresso (marcado para maio de 2016) demoraria muito. Esse procedimento será de acordo com os estatutos e haverá tempo suficiente para aparecerem os novos candidatos”, declarou Blatter.

O fato é que  quando o FBI entra na parada, a coisa fica séria. Na semana passada um dirigente brasileiro já voltou correndo para o país e nem participou das eleições da entidade com medo de que as coisas pudessem ficar ruim para ele também (apesar que no Brasil ele negou o fato de ter saído com medo). E nessa altura do campeonato é certeza de que muita coisa ainda está por vir. Quem tem "rabo preso", é melhor "ficar esperto". 





Imagem: gazetaesportiva.net


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça