terça-feira, 23 de junho de 2015

A evolução dos traços dos principais personagens da Turma da Mônica

Na sociedade muitas coisas evoluem e no mundo dos quadrinhos as coisas não são diferentes. A cada ano que passa o artista tende a melhorar seus traços, aprimorar suas habilidades nos desenhos ao mesmo tempo que aprende novas técnicas. Tudo isso visando, é claro, se adaptar às necessidades do público e seus interesses.

Para fazer vocês compreenderem melhor o que estamos tentando dizer, selecionamos alguns desenhos com a evolução dos principais personagens da Turma da Mônica. Isso porquê é um quadrinho muito bem conceituado no Brasil, além de ser um dos meus preferidos. 

Sabemos que para muitos esse assunto não é nenhuma novidade, mas para quem ainda não viu, vale a pena dar uma conferida. 

Mônica 


A Mônica (inspirada na filha do próprio Maurício de Souza) surgiu com olhos menores, mais fios de cabelo e com pés calçados, mas também com algumas de suas marcas visuais que duram até hoje, como os dentões da frente, o vestido vermelho e o coelho de pelúcia, que só ganhou o nome de Sansão anos depois.
Para aproveitar melhor o tempo e fazer desenhos mais rápidos, Maurício começou a simplificar seus traços, então na sua versão seguinte, Mônica perde os sapatos, ganha o branco nos olhos e um formato de cabeça mais parecido com o atual.
A terceira versão do traço da Mônica traz a personagem com um corpo menos esguio e pernas mais "cheinhas". 
Nos anos 70, assim como outros personagens de Maurício, a Mônica também passou uma fase no qual tinha bochechas pontudas, mas a grande novidade é que ela já perdia o ar carrancudo que tinha.
Hoje é dia ela é vista bem sorridente e seus traços são mais arredondados transmitindo uma ideia legal da personagem. 

Cebolinha 

                        

No começo Cebolinha era mais cabeludo e foi baseado em um garoto que o próprio criador conheceu em Mogi das Cruzes e que tinha como característica trocar o R pelo L.
Assim como a Mônica, passou pela fase das bochechas pontudas e seus fios de cabelo foram diminuindo até chegar aos cinco que conhecemos nos dias atuais. 

Cascão 


O Cascão foi inspirado em um amiguinho de infância de Mauricio que teve um certo receio quanto a recepção dos leitores devido a sua mania de sujeira e aversão ao banho. 
Podemos perceber que no começo a sujeirinha no rosto e as roupas eram as mesmas do que conhecemos hoje. A diferença ficava por conta dos cabelos que eram mais volumosos e arrepiado, além dos pés serem maiores e mais finos. 
Aos poucos seus traços modificaram até chegar nesse menino carismático que temos na última imagem. 

Magali 

Assim como a Mônica, a Magali também foi baseada em uma filha de Maurício de Souza que conseguia comer uma melancia inteira quando criança. Mas apesar da gula, a personagem sempre foi magrela e já teve um vestido azul em vez do amarelo atual. 

Chico Bento 



Chico teve como modelo um tio-avô de Mauricio, sobre quem ele ouvia muitas histórias contadas pela sua avó. No começo o personagem era mais comprido e tinha mais detalhes na roupa, além de um "que" de adulto. O traço do personagem evoluiu paralelamente com o restante do universo da Mônica. Quando Mônica ficou mais "angular", o Chico também ficou, e quando Mônica ficou "redondinha", o Chico arredondou. 

Tina 


Quem conhece a Tina de hoje com certeza vai se assustar com a sua aparência dos anos 70. Mais baranga impossível. Mais parecia um moleque de cabelo comprido que usava camisa listradas e calça boca de sino. Tina era a representação dos hippies da época e possuía um estilo paz e amor. 
Com a passagem do tempo o mundo foi mudando e a personagem também, primeiro ela cresceu um pouco depois seu rosto e cabelos mudaram, seu corpo ganhou mais curvas e hoje é a personagem mais erotizada dos quadrinhos de Maurício de Souza. Foi a personagem que mais mudou. 


Fonte


Turma da Mônica Jovem

Magali, Mônica, Cebolinha e Cascão 


Trata-se de uma releitura dos personagens da Turma da Mônica em versões adolescentes, em traços e linguagem que remetem aos mangás japoneses e histórias que buscam dialogar com o público pré-adolescente. A série se passa sete anos á frente da Turma da Mônica tradicional, servindo como uma concepção do futuro dos personagens. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça