sexta-feira, 3 de abril de 2015

O Monopólio dos Ovos de Páscoa




Na sociedade atual, as datas comemorativas perderam muito do seu sentido e seu valor e tornaram-se datas comerciais. E claro que na páscoa não seria diferente.

Vamos falar dos ovos de páscoa, mas se você parar para pensar perceberá que de alguma forma alguém conseguiu colocar uma "data comemorativa" a cada dois meses para que você pudesse gastar um elevado valor monetário em algo que em dias cotidianos tinham um custo mais baixo. 

Por exemplo, uma caixa de bombons normalmente você encontra por um preço acessível, mas quando chega a páscoa, eles aumentam o preço para equilibrar com o preço dos ovos e inevitavelmente você faz uma comparação e percebe de forma ilusória que parece estar mais barato, porém você paga caro em algo que não custará tanto em outra época.  Em outra palavras, aumenta o preço dos comuns e "enfia a faca" nos preços dos ovos de páscoa. 

Por falar em ovos de chocolate, quem foi o gênio que inventou de colocar um brinquedo dentro dele?

Antigamente comprávamos para saborear hoje em dia é puro e exclusivamente por causa do bendito brinquedo. E ai de você se trouxer um para uma criança com somente bombons dentro, ai de você!

Você acaba pagando caro por causa de um brinde com um valor que nem se compara com o preço que você desembolsou e depois a criança brinca três dias com o brinquedo e deixa ele de lado. O chocolate nem se fala, a criança mal come. Os miúdos só querem sentir o prazer de abrir a embalagem descobrir o que tem dentro depois descartá-lo. 

Vocês já perceberam também que muitas vezes o brinquedo chega a ser maior do que o próprio ovo? Percebem que cada ano que passa o preço aumenta e o tamanho do ovinho diminui? Você vê aquela embalagem grande cara e bonita e no fim quando abre percebe uma forminha do tamanho de uma tupperware e dentro um ovinho minúsculo. Em alguns casos, o brinquedo vem do lado de fora de tão maior do que o ovo ele é. Ou seja, o chocolate está em segundo plano. O importante é o brinquedo. 

Dá até para imaginar o porquê de um preço tão elevado, acho que eles precisam compensar no preço da gasolina para o transporte e descontam no ovo. 

Quando chega próximo a data, os país caem na armadilha de levarem seus filhos para escolherem o seu favorito e é claro que eles vão escolher aquele que chama mais atenção, com brinquedo maior e mais caro. Esperto é o pai que não leva o filho, não deixa ele saber qual é a opção mais cara e compra um baratinho e o filho vai se contentar com aquele que ganhar. Torcendo também, é claro, para que o filho não tenha visto nenhum a propaganda na televisão que aparece em cada intervalo comercial de toda a programação. 

Sabemos de tudo isso que acontece, mas vem ano e passa ano e não conseguimos fugir com tanta eficácia dessa situação. É o monopólio dos ovos de páscoa. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça