segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Os mais populares brinquedos de Natal dos anos 60, 70, 80 e 90 - Parte I

No Natal é aquele corre-corre atrás de presentes e a cada ano sempre tem aquele brinquedo que é a maior febre entre as crianças e que está fazendo o maior sucesso. Então, você pergunta para seu filho, sobrinho ou primo o que ele deseja ganhar e mesmo você torcendo para ele responder meias, ele responde que quer justamente aquele brinquedo da moda e que geralmente custa caro.

Ficamos meio bravo por dentro, mas depois nos lembramos que na nossa época as coisas não eram diferentes. Por vezes nossos pais não podiam comprar aquele presente e o sentimento de frustração era enorme. Ainda mais quando todos os seus amigos tinham, exceto você. No final você acaba que fazendo a vontade da criança e faz um esforcinho para atender o desejo dele.

Como este blog adora um momento de nostalgia, selecionamos um total de 50 brinquedos que foram muito populares na época de Natal em cada década e trouxemos tudo para você nesse especial em duas partes. Espero que gostem. 


1963 - Forninho Easy Bake Oven 


Esse é um forninho elétrico de brinquedo que fazia receitas de verdade. O brinquedo original usava uma lâmpada incandescente comum como fonte de calor, mas as versões atuais utilizam elementos de aquecimento de verdade. O forno vinha com pequenos pacotes de mistura para bolo além de panelinhas redondas e as criançadas adoravam. Sentiam-se verdadeiros mestre-cuca. 

1964 - G.I Joe ( Br: Comandos em Ação )


G.I Joe é uma franquia de bonecos action figures que no Brasil ficou conhecido pelo nome de Comandos em Ação. Quem nunca quis ter um bonequinho do Falcon? E nos anos 60 não era muito diferente disso. 

1965 - Operação 


Este joguinho testava a habilidade dos participantes que tinham que extrair partes bobas do corpo de um paciente. No decorrer do jogo você adquiria cartões que ditavam o que você tinha que fazer e remover. Você usava um conjunto de pinças que estavam ligadas por um fio e qualquer descuido  e movimento errado o paciente "gritava" de dor. Extrações com sucesso lhe rendia o dinheiro do jogo e quem terminasse com mais era o vencedor.   

1966 - Twister 


Um jogo que testa as habilidades dos participantes através de um tapete de plástico que obriga você fazer várias combinações de cores e movimentos com as mãos e com os pés. 

1967 - Batalha Naval 


A adaptação do jogo que inicialmente era jogado com com lápis e papel fez muito sucesso no Natal de 1967.

1968 - Hot Wheels


Hot Wheels é uma marca de carros de brinquedo americana da categoria die-cast, que engloba modelos em miniatura feitos de metal injetado. O ano de 1968 foi o ano de introdução da marca e hoje, é a mais famosa fabricante de carros de brinquedos do mundo. 

1969 - Kit de Química 


O Kit continha tudo para você criar um laboratório científico abrangente. Você podia explorar o emocionante mundo da química com 11 produtos e era possível fazer mais de 90 experiências seguras através do uso de uma cartilha detalhada que dava uma explicação completa de cada experimento. 

1970 - Lite-Bright 


Um brinquedo que permite que criemos desenhos brilhantes através de uma caixa de luz composta por pequenos pinos de plástico e colorido que se encaixam em uma matriz com buracos que acendia e criavam uma imagem iluminada. Usando os pinos coloridos as crianças criavam qualquer coisa que surgia da imaginação delas. Se eu fosse nascido nessa época, com certeza iria querer ganhar um desses no Natal. 

1971 - Bola pula pula 


Uma bola de borracha com alças que permite que você se sente sobre elas sem cair e o objetivo é simplesmente ficar pulando com ele e usando suas propriedades para andar. Divertido. 

1972 - Uno 


Um dos jogos de cartas mais vendidos no mundo começou a ser produzido no ano de 1971 e no ano seguinte era o preferido para se ganhar no Natal. Um baralho composto por cartas de quatro cores: verde, amarelo, vermelho e azul enumerados de 0 a 9 além de cartas especiais com ações que variam entre pular, pescar duas ou inverter a jogada que quando combinadas eram entretenimento garantido para toda a família. 

1973 - Walkie Talkie 


É um comunicador de mão portátil que foi desenvolvido para ser usado durante a Segunda Guerra Mundial, mas que acabou virando um divertido acessório para as crianças.

1974 - Caminhão de brinquedo Tonka 



Um caminhãozinho de brinquedo com uma caçamba grande para poder carregar o que você quisesse. Ainda hoje faz muito sucesso entre os meninos. 

1975 - Pet Rock 


Uma caixa com o bichinho de estimação perfeito: uma pedra! Um colecionável que não tinha a necessidade de ser alimentado, nem de levar para passear, nem dar banho. Além do mais não morria, não ficava doente e não era desobediente. A caixa ainda vinha com um manual de instruções de como cuidar de uma pedra de estimação. (wtf?). Na versão original, a pedra não tinha olhos e a moda durou por cercas de 6 meses nos EUA terminando após um breve aumento nas vendas durante o Natal de 1975. Mesmo assim essa brincadeira tornou o seu produtor milionário. É mole?

1976 - Quatro em Linha


Um jogo para jogar em dupla. Os jogadores revezam soltando discos coloridos dentro das grades e a peça desliza diretamente para baixo até ocupar o espaço disponível dentro da coluna. O objetivo do jogo é conectar quatro de suas peças uma ao lado da outra sendo em horizontal, vertical ou diagonal antes do seu oponente. Só que o jogo tinha um leve probleminha, o participante que começasse o jogo poderia sempre ganhar se fizesse os movimentos certos.

1977 - Miniaturas do Star Wars 



Com o sucesso do filme, nada mais justo do que ganhar um pouco de dinheiro, não é mesmo?

1978 - Simon (Br: Genius) 



O brinquedo buscava estimular a memorização de cores e sons. Com um formato semelhante a um OVNI, possuía botões coloridos que emitiam sons harmônicos e se iluminavam em seqüência. Cabia aos jogadores repetir o processo sem errar.

1979 - Atari 


O videogame mais popular da década fez um enorme sucesso e foi considerado um simbolo cultural sendo um fenômeno de vendas. Seus jogos permanecem na memória de todos que viveram naquela época. 

1980 - Cubo de Rubik ( Cubo Mágico )


Esse quebra-cabeça tridimensional tornou-se um ícone da década de 80, sendo a época que foi mais difundido. 
Atualmente, é considerado um dos brinquedos mais populares do mundo, atingindo um total de 900 milhões de unidades vendidas, bem como suas diferentes imitações.

1981- Trenzinho da Lego 


 O sistema era simples, partes que se encaixam permitindo inúmeras combinações. Esse era o Lego que em 1981 fez muito sucesso com o seu trem. 

1982 - Bicicletas BMX 


Naquela época as bicicletas tinham um design ultrapassado então quando surgiu a BMX foi sucesso absoluto. 

1983 - Boneca Cabbage Patch 


Era uma linha de bonecas feitas de pano que passou a se tornar um dos brinquedos de mais modismo da década 80.

1984 -Miniaturas Transformers 


Transformers são robôs alienígenas fictícios de uma franquia popular que são capazes de transformar seus corpos em objetos inócuos como veículos. A franquia surgiu em 1984, quando a Hasbro resolveu adaptar uma linha de brinquedos da japonesa Takara, e para dar suporte a essa nova linha, foram encomendados uma série em quadrinhos da Marvel Comics e desenhos animados. O desenho chegou ao Brasil em 1987. O sucesso levou a mais brinquedos e continuações.

1985 - Nintendo 


O NES/Famicom foi o videogame de maior sucesso comercial na sua época, ajudou a indústria de videogames a se recuperar da crise de 1983 e estabeleceu novos padrões que seriam seguidos pela indústria. Também foi o primeiro console a ser produzido por terceiros, o que ajudou a divulgar o sistema em todo o mundo.

1986 - Laser Tag 


Uma arma para simular combates que continha um sensor que avisava quando o alvo era atingido. Ainda hoje é muito popular entre os adultos. Comparado ao Paintball, o laser tag é indolor, pois não usa projéteis físicos. Por serem mais seguros foram comercializados para as crianças. 

1987 - Jenga 


Em Jenga, os jogadores se revezam para remover blocos de uma torre, equilibrando-os em cima, criando uma estrutura cada vez maior e mais instável à medida que o jogo progride. Uma vez que a torre tenha sido construída, o construtor deve iniciar o jogo. Uma jogada consiste em retirar um e apenas um bloco de qualquer andar que não esteja logo abaixo do andar incompleto mais alto. O bloco retirado deve ser posto no topo da torre, de modo que os blocos formem novos andares.

Vamos dando uma pausa por aqui e amanhã na segunda parte da matéria viajaremos para os anos 90 e 2000. Não percam!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça