terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Coisas que perdemos com a evolução do videogame

É claro que a evolução tecnológica trouxe muitas melhorias para os jogos de videogame, mas isso também fez com que coisa populares da época dos mais antigos ficassem para trás. Pensando nisso que o blog fez esta lista com algumas coisas importantes que perdemos com a evolução dos jogos eletrônicos. Acompanhe: 

Cartuchos 



A geração do Cd riscado quando olha para as antigas fitas acham elas engraçadas. Eram grandes pedaços de plásticos que mesmo em situações mais estremas de quedas, danos ou desgaste com o tempo era certeza que sempre voltariam a funcionar. A durabilidade era maior e bastava um assopro que ela voltava a funcionar novinha em folha. 

Reunião da Turma



Chegava o final de semana você reunia a turma toda em volta da televisão da sala para aquela tarde maravilhosa de jogatina. Hoje em dia os recursos on line faz com que você jogue contra cifras de outros países chamados de B458jzz na internet. 

Diferentes Tipos de Joystick 




Na sua casa você era acostumado com um controle, no vizinho era um totalmente diferente, pois também era um console diferente. E a cada novos que fossem lançados uma infinidade de opções apareciam. Quem não se lembra do joystick do Atari ou o controle de dois botões do Sega Master System?

Tela de Carregamento do Jogo 




Essa já é um pouco mais moderna, mas na época do Playstation One tínhamos que aguardar aquelas telas que ficavam carregando para ir para o próxima etapa do jogo. Era de irritar, mas era algo sublime. 

Música em 8-bit



Nada de trilha sonora musical famosa. Era tudo em bips bips. 

Arcades (Fliperama)




Quem não se lembra de gastar todo seu dinheiro em fichas de jogos ou de perder a hora de ir para a escola. Isso sem falar de quando sua mãe ia te buscar com cabo de vassoura para dar na sua cabeça para você ir para casa almoçar. 

Cheats em Revistas de Jogos




Não tinha essa de pesquisar na internet. Você tinha que ir na banca de jornal e procurar por edições que tinham os truques do seu jogo favorito. Havia de esperar um mês para comprar a próxima edição e saber todos os fatalities da Mortal Kombat ou roupas secretas do Mega Man. Se todo o seu dinheiro da mesada não fosse gasto nas máquinas de fliperama, eles eram gastos nas bancas de jornais. 

Fio do Controle 



"Cuidado com o fio!" - gritava você para sua mãe ou para seu irmão menor toda vez que ele passava perto do vídeogame. Fios que as vezes de tão curto fazia você jogar de rosto colado na televisão. Hoje em dia os consoles da nova geração lhe dá o luxo de poder jogar esparramado no sofá. 

Somente três vidas 




Jogos antigos nos ensinaram que ao ser atingido por uma bala você morre instantaneamente. Hoje em Call of Duty você é convencido que se você for explodido em pedaços por uma bomba, basta você descansar por 5 segundos que tudo volta ao normal.

Password 



Não tinha essa de Memory Card ou de gravação automática no HD e voltar de onde parou. Os Passwords fazia essa função. Era só pegar papel e caneta e anotar tudinho. 

Dificuldade de Jogo 




Eu costumo dizer que finalizar um jogo nos moldes atuais é muito simples, dá até a impressão que o jogo é feito para você finalizar. Nos jogos de antigamente você tinha que explorar bastante o cenário para encontrar coisas escondidas. Não tinha essa infinidade de continues ou de vidas. Você tinha que superar mais de 20 cenários com apenas 3 vidas e dois continues e se perdesse voltava tudo do começo. A grande diferença é que essas campanhas dos jogos atuais é para todo mundo terminar mesmo se você não sabe jogar ou se não possui grandes habilidades. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça