quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Caso Grêmio - Uma punição política e polêmica

Antes de mais nada¹: Este post é totalmente subjetivo. Então, pode ficar bravo, pode concordar, pode xingar nos comentários. 

Antes de mais nada²: Não torço para o Internacional. Nem para o Grêmio.



A respeito da punição dada pelo STJD ao Grêmio (exclusão do time da Copa do Brasil), achei que poderia ter sido maior. Sim, maior e mais pesada. Falei isso para um amigo gremista ontem a noite e por pouco não saio do bar da faculdade com vida para escrever esse post. Mas o STJD foi político, e o Grêmio foi um bode expiatório. Tentarei resumir em 5 itens.

1 - Com razão, a mídia já pressionava que atos racistas deviam ser severamente punidos, e que o STJD e até os próprios envolvidos (clubes e juizes) faziam vista grossa para as situações. Na próxima oportunidade seria difícil sair ileso. Então veio o jogo Grêmio X Santos. Os babacas - que fazem isso com frequência - xingaram o goleiro Aranha. Tambpem com razão, a vítima não engoliu, ficou indignado como deveria. Se o STJD não punisse agora, iria punir quando? É aí que acho que o Grêmio foi o bode expiatório da situação. Como na brincadeira de escola "Batata-Quente", e quando o Grêmio estava com a bola o professor gritou "QUEIMOU".

2 - O Grêmio fez realmente de tudo para que não sobrasse para a instituição. Cedeu as gravações, identificou os responsáveis, proibiu a entrada da organizada no estádio. Mas quando um torcedor joga um objeto em campo, o clube é punido pelo ato (deveria ser). Porque seria diferente com atos racistas?

3 - O STJD é político... E muito. Não vamos esquecer que o Grêmio havia perdido o jogo por 2 a 0, e que seria praticamente impossível reverter o resultado jogando fora de casa contra o Santos, que tem um time forte. Se levarmos ao pé da letra, o Grêmio não foi TÃO punido assim, já que estava praticamente eliminado da competição. A multa deveria ter sido maior, bem maior. NUNCA iremos saber se o Grêmio teria sido excluído da Copa do Brasil se tivesse ganho o jogo e a chance de passar de fase fosse grande.

4 - Puniu uma vez, puniu sempre. Todo e qualquer ato racista deve ser punido, e atos desse tipo ocorrem em todos os jogos. Espero que isso sirva de exemplo para que a partir de agora isso diminua consideravelmente dos estádios. Espero que os próprios torcedores briguem com racistas igual brigam com o sujeito que atira um copo de água no gramado para que o clube não seja punido. Mas, sendo realista, o próximo clube só vai ser punido quando toda a mídia tomar cabo da situação e massificar o caso, como foi o do Grêmio.

5 - Por último, uma questão social. Apesar de ter diminuído, ainda vivemos em uma sociedade machista. A lei diz que ato racista acontece não só por cor da pele, mas por idade, deficiência física (necessidades especiais) e também opção sexual. Entoar cantos de "fulano viado", ou gritar "bixa" quando o goleiro adversário chuta a bola é menos racismo do que chamar de macaco? Mas, ao contrário do preconceito com a cor da pele, os gritos de "viado" e "bixa" são entoados por bem mais da metade do estádio, e acham legal. Enfim, é uma questão complicada, mas que deveria ser vista com outros olhos.

"O Grêmio foi julgado pelo STJD e punido com a exclusão na Copa do Brasil. O time gaúcho promete entrar com recurso para que a questão seja julgada pelo Pleno do tribunal. Além da exclusão, o Tricolor foi multado em R$ 50 mil." 



Um comentário:

  1. Concordo com o post.
    Quando se trata de futebol, a zoeira se torna sem limites, achando que ações como essas se tornem "comum" no ambiente dos estádios! O que não é aceitável, por ter crianças que crescem apoiando o racismo e a
    Homofobia além de apoiar tbm a violência!

    -Everton

    ResponderExcluir

Pode comentar, é de graça