quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O rap em combate ao Ebola




Alguns países africanos como Libéria, Serra Leoa e Guiné vem sofrendo por uma séria epidemia de Ebola e isso vem preocupando as autoridades do mundo inteiro.

Para quem não sabe, Ebola é uma febre grave do tipo hemorrágico transmitida por um vírus do gênero Filovirus, altamente infeccioso, que desenvolve seu ciclo em animais. Há cinco espécies diferentes desse vírus, que recebem o nome dos locais onde foram identificados: Zaire, Bundibugyo, Costa do Marfim, Sudão e Reston. Este último não foi identificado em humanos.

A doença é classificada como uma zoonose. Embora os morcegos frutívoros sejam considerados os prováveis reservatórios naturais do vírus ebola, ele já foi encontrado em gorilas, chimpanzés, antílopes e porcos. Os especialistas defendem a hipótese de que a transmissão dos animais infectados para os seres humanos ocorra por meio do sangue e de fluidos corporais, como sêmen, saliva, lágrimas, suor, urina e fezes.

Daí em diante, o vírus ebola pode ser transmitido pelo contato direto entre as pessoas, pelo uso compartilhado de seringas e, por incrível que pareça, até depois da morte do hospedeiro. Ou ainda, caso o paciente tenha sobrevivido, o vírus ebola pode persistir ativo em seu sêmen durante semanas. Possivelmente, uma das razões para ser tão mortal e resistente é que compromete o sistema de defesa do organismo.

Em outras palavras, uma das principais armas no combate a essa doença ainda é a conscientização da população.

Porém, mesmo com toda essa gravidade, muitos africanos ignoram os fatos científicos e afirmam que o Ebola seria apenas uma “conspiração do governo”.

Nestes países onde a pobreza é regra geral  e o índice de analfabetismo ultrapassa os 40%, a música popular é uma das mais importantes aliadas.

Pensando nisso, um grupo de rappers fizeram um trabalho de extrema importância para combater a proliferação do Ebola. Uma música chamada "Ebola in Town" foi gravada e contém diversas informações sobre a doença e vem sendo tocada em diversos rádios na África, ajudando a esclarecer a situação e a convencer as pessoas a tomarem precauções essenciais.

Ouça abaixo:


A letra: 

“Ebola
Ebola in town
Don’t touch your friend!
No touching (kissing)
No eating something
It’s dangerous!”

Tradução livre em português:

“Ebola
Ebola no bairro
Não toque seu amigo
Sem tocar (beijar)
Sem comer nada
É perigoso!”



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça