segunda-feira, 26 de maio de 2014

Descubra porque as letras do teclado não são em ordem alfabética

O nome da organização das letras no seu teclado de computador é conhecido como QWERTY por causa do arranjo das primeiras letras do topo esquerdo do teclado. QWERTY é o layout de teclado atualmente mais utilizado em computadores, celulares e máquinas de escrever no mundo.




Ele começou a ser criado e desenhado junto de uma das primeiras máquinas de datilografia a Sholes & Glidden em 1868. No começo as letras eram organizadas em ordem alfabética, assim todo mundo saberia o local da letra seguinte, mas Chistopher Sholes, o criador, levou ela para ser testada e aprimorada por operadores de telégrafos, pois eram os maiores interessados em escrever mensagens no período.





Os telegrafistas precisavam ouvir a mensagem em código morse sendo transmitida e escrever em inglês para o destinatário e acharam o arranjo de letras muito ruins. Para eles, letras como Z, S ou E precisavam ficar próximas no teclado porque no morse americano elas só podem ser diferenciadas de acordo com a palavra. Assim, letras que eram mais usadas ou que eram parecidas em morse foram aproximadas e o formato que se consolidou foi o QWERTY. 





A máquina fez tanto sucesso que a fabricante REMINGTON adotou a mesma estratégia nas suas máquinas e ensinaram de graça os operários a teclarem no novo formato, então todas as empresas concorrentes foram obrigadas a adotarem o mesmo sistema. Daí em diante a maioria das máquinas de datilografar tiveram que seguir o padrão. 

Quando surgiram os primeiros computadores os funcionários já tinham aprendido a teclar na máquina de datilografar QWERT e o modelo ficou. Como os teclados precisavam ser compatíveis com a geração anterior, o modelo foi fixado até os dias de hoje.

Outros padrões foram propostos, como o Dvorak, mas nunca atingiram a mesma popularidade do QWERTY.

O layout QWERTY é adotado com alterações em algumas línguas formando os teclados AZERTY e o QWERTZ, em que as letras Y e Z estão trocadas. Símbolos, diacríticos e caracteres acentuados estão em posições diferentes nas variações internacionais do QWERTY, ou seja, dependendo do país há diferenças nos botões referentes a acentuação ou sinal gráfico. Há também teclados para representar símbolos como os dos japoneses, dos russos, dos árabes, entre outros.


Teclado Árabe 



Reparem que no teclado japonês também tem letras como as nossas junto com hiragana. Mas apesar de ter hiragana nas teclas, quase ninguém usa esse sistema para escrever textos em japonês.


O alfabeto russo é bem diferente


Outro formato que seria mais simples é o formato KALQ, mas como todo mundo já aprendeu de uma forma, provavelmente novos sistemas não serão adotados.

Vou ficando por aqui, e se você é bem curioso, com certeza você deve ter adorado a postagem. Abraços e até a próxima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça