sexta-feira, 25 de abril de 2014

A Páscoa acabou, meu dinheiro acabou e agora?




Se não bastasse a gente viver numa pindaíba só, ganhar menos do que merecemos e ainda o governo pegar boa parte do nosso dinheiro, a sociedade faz de tudo para ter uma fatia também do nosso salário.

Um assunto já falado por muitos, mas vale a pena sempre ser lembrado. Levando como ponto de partida as datas comemorativas e a má ideia da sociedade em inventar motivos para fazermos gastar mais e mais, analisamos os fatos:

Na Páscoa eu fiquei me perguntando quem foi o infeliz que inventou em colocar um brinquedo dentro do ovo de chocolate? Antigamente era tudo muito bom, já existia ovos caros de marcas famosas, então optávamos por encomendar aquele ovinho caseiro feito pelo vizinho mesmo e que saia muito mais barato e, consequentemente não pesava no nosso bolso. Só que hoje em dia o chocolate é o que menos importa para as crianças, se é grande ou pequeno, não importa. O que importa é que venha dentro um brinquedo que valha muito menos do que o preço que você pagou por ele. É o reflexo da nossa sociedade capitalista.

Isso deve ter sido ideia da família Kinder Ovo, com certeza foram eles que começaram com essa palhaçada toda. Daí junta uns 20 sobrinhos e borboletas voam da sua carteira.

Se isso já não bastasse, em seguida vem o Dia das Mães e mãe é sagrada e não pode ser esquecida. E não ser esquecida significa, também você demonstrar todo amor por ela comprando um presente bem legal e que também não irá custar barato, pois tenho certeza que sua mãe não vai querer ganhar uma vasilha de plástico para fazer salada daquelas que você compra na loja de R$1,99.

Em Junho geralmente é algo mais tranquilo, mas vem se aproximando as férias e você tem que pensar em uma viagem legal e com a chegada do frio tem que renovar o guarda-roupa. E nesse ano, acrescentamos a Copa do Mundo onde gastar dinheiro pra torcer pro Brasil também entra na fatura. 

Se continuarmos na sequência veremos que em todos os meses há um motivo criado pela sociedade para que possamos gastar dinheiro. Isso sem falar em datas que não estão no calendário como, por exemplo, aniversários, casamentos e outras festas que não é legal ir de mão abanando. Isso porquê eu nem falei dos impostos que pagamos como IPVA, IPTU. Tem também para alguns a cobrança do aluguel, a prestação do carro, mercado todo mês, conta de água, luz ou telefone. O que nos sobra?

Ainda bem que no Brasil todos somos muito ricos e sempre sobra uns mil reais em dinheirinho para que possamos comprar entradas para assistirmos a Copa do Mundo. Abraços. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar, é de graça